Counter

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O Cara

Sem margem de dúvida, Paulo Mathias é o espetáculo.


A Peça O Cara de Miguel Thiré é um espetáculo surpreendente, apesar da veia moralista convencional e discutível com a qual o autor conduz o texto, tornando-o previsível e sem muita inovação. Contudo, a atuação de Paulo Mathias Jr. consagra o seu talento ao fazer com que o público imagine e desenhe o cenário com seus objetos, apesar do palco desnudo, complementado pela a iluminação de Felipe Lourenço, que contracena em sincronia com o ator e explicita ao público as diversas situações, desde a abertura de uma geladeira imaginária até aos delírios do personagem principal em um “spa” igualmente imaginário.


Em O Cara, sem margem de dúvida, Paulo Mathias é o espetáculo, como se o texto fosse escrito para o ator e, sem ele, não ganharia vida. Sua capacidade de capturar a atenção do público sobrepõe sua presença de palco à narrativa como um espetáculo à parte, fazendo com que valha a pena assistir o artista e a história que o corpo dele conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário