Counter

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

CG - Costa do Descobrimento part 04





O Livreiro - Porto Seguro - BA

O Circuito Geral compareceu ao sarau em “O Livreiro” nesta sexta-feira, dia 19 de dezembro de 2014.
Antes de qualquer coisa, “O Livreiro” é uma livraria sebo que se desdobra num café e numa estalagem. Com isso, a casa assume uma dinâmica cultural em meio a restaurantes, hotéis e pousadas numa das mais charmosas ruas de Porto Seguro – a Marechal Deodoro, vulgo Rua do Mangue.
A descontração do espaço transpõe suas portas e ocupa a caixa de rua imediatamente à frente da sua charmosa fachada. A noite foi comandada pela potente voz e violão de Felipe Sampaio - cantor de Vitória da Conquista – Bahia, que interpretou músicas de grandes nomes da MPB, tais como Peninha, Zé Ramalho, Cazuza, Caetano Veloso e Chico César. Entre poemas recitados e introduções às músicas, os frequentadores da casa aplaudiam e aguardavam pelas novas manifestações daquele sarau em quase moto-contínuo, com a constante adesão de artistas ao grupo ou em apresentação solo, como no caso da cantora Rosana Peixoto com sua participação para lá de especial.

Rosana personifica a tão marcante cultura negra em nosso país, apresentando produções de sua autoria nas quais introduz Orixás e entidades da Umbanda e do Candomblé e a emoção existente no coração de cada negro retratada pelo Banzo – segundo a artista, palavra que não é traduzida em qualquer outra língua, mas, em português, saudade - por uma cultura africana a qual se faz presente somente pela ascendência desse povo, aqui tão enraizado e miscigenado em solo brasileiro. Rosana, após sua apresentação solo, conta com a participação de Hebert Labart na percussão, num espetáculo sem comparativo.

A pedido dos espectadores, Felipe Sampaio retoma o palco e dá início a um medley a partir de músicas de Jair Rodrigues, Roberto Carlos, Jorge Ben Jor e Lenine, encantando a platéia que, naquele momento, curtia o que seria somente o início da noite e que definiu a audiência na qual esteve presente o Circuito Geral, tamanho o acesso de novos espectadores à simpática e aconchegante casa de cultura.
Ao som da vigorosa interpretação de Sampaio de “Orora Anarfabeta” de Mestre Gordurinha, o Circuito Geral completa sua cobertura, certo de que o sarau de “O Livreiro” é um programa imperdível para a população nativa e de turistas que procuram por manifestações culturais e artísticas de qualidade em Porto Seguro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário