Counter

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Christina Perri - Head or Heart World Tour


Um planeta que vai gradativamente sendo iluminado por sua estrela solar

Em sua atual turnê pelo Brasil - “Head or Heart World Tour”, cuja estreia ocorreu no palco do Teatro Bradesco Rio, no dia 22 de abril, tendo sua continuidade no Teatro Bradesco São Paulo, no próximo dia 24 de abril de 2015, Christina Perri marca a sua presença, cândida e jovialmente, embalando a plateia, lotada de fãs, com suas canções que mais parecem fazer parte de uma trilha sonora de uma “história cantada”.

Perri surge do breu, como um planeta que vai gradativamente sendo iluminado por sua estrela solar, marcando o início de um roteiro que dura pouco mais que noventa minutos - tempo suficiente para levar a casa de espetáculo ao auge da emoção. Com sorriso permanentemente estampado na face, saltitante como uma adolescente que se realiza a partir de seus próprios predicados e contagiando toda uma legião de “teens” e jovens adultos, a cativante vocalista e musicista dá início ao seu espetáculo com “Trust”, prosseguindo com “Run” - do álbum que dá origem à turnê. Dando sequência à sua apresentação, Perri  retoma sucessos de seu álbum anterior – “Lovestrong”, com sucessos não menos românticos tais como: “Distance”, “Arms” e o tão esperado “A Thousand Years” - música do não tão menos cultuado “Breaking Dawn”.

Por diversas vezes, à frente de um translúcido panejamento através do qual brilham pontos de luz, como um céu estrelado, a emoção das canções de Christina Perri comandam banhos de luz no palco, contagiando a atmosfera em tons escarlate, dourado e celúreo, aconchegando a plateia, cada vez mais, em torno de si. Tendo participado anteriormente de um flashmob pelas redes sociais, seus fãs, mais uma vez, cumprem a sua parte na interatividade junto à artista e levantam balões ao primeiro acorde de “Human”, promovendo um show à parte. Dando sequência às calorosas manifestações frente ao seu ídolo, os fãs acenam, embalados por “I Believe”, com corações vermelhos rusticamente recortados em cartolina, mas que expressaram, da forma mais nobre e sincera, o seu amor por Christina, com direito a gritos e lágrimas.  Crédito mais que merecido para o trabalho em equipe – guitarra, baixo, teclado, bateria e vocal de apoio – elementos distintos que dão liga ao conjunto.

Como tudo na vida, a história tão bem conduzida por Christina Perry chega ao seu final, com um desejo que é compartilhado por todos os seus seguidores - “I Dont Wanna Break”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário