Counter

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Jessabelle – O Passado Nunca Morre


Sem convencer os fãs do gênero

“Jessabelle – O Passado Nunca Morre”, contemplando um pouco de mistério, uma pitada de suspense e um cadinho de drama, se estabiliza em cima do muro na tentativa de se classificar como filme de terror - dosado homeopaticamente.

O roteiro gira em torno do espírito de Jessabelle, atormentado por fúria mortal decorrente de circunstâncias misteriosas em torno de seu nascimento, tormento esse que recai sobre a jovem Jessie - interpretada de forma convincente por Sarah Snook - que, após sofrer um fatal acidente de automóvel, juntamente com seu namorado, fica entrevada numa cadeira de rodas, sendo obrigada a voltar para a casa de seu pai.

Daí em diante, a direção de Kevin Greutert não consegue mais do que tornar o roteiro confuso e provocar sustos nos espectadores quando da ocorrência de apavorantes e repentinas imagens, mas sem convencer os fãs do gênero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário