Counter

domingo, 20 de novembro de 2016

Air Supply 40th Anniversary Tour


Alta carga emotiva

Noite de quarta-feira, 16 de setembro de 2016, Espaço das Américas, São Paulo capital – a exatas 22h30min, dá-se início a uma noite repleta de romantismo. Em continuidade à comemoração dos seus mais de 40 anos de sucesso, desde a sua criação em 1975, o duo australiano Air Supply, retorna ao Brasil em uma única apresentação na Cidade de São Paulo e presenteia os seus fãs com “Air Supply 40th Anniversary Tour”.

As vozes e o instrumental marcantes, as eternas melodias e a vibe da banda – composta por Jonni Lightfoot – baixo, Aaron Mclain – guitarra, Aviv Cohen – bateria e Amir Efrat – teclado, jovens músicos que se entregam ao êxtase ao harmonizarem os acordes dos inesquecíveis sucessos dos anos 1970 e 1980 – fazem da noite uma intensa imersão no que há de mais genuíno em todos os seres humanos – a capacidade de amar. Russell Hitchcock – a inconfundível a voz de “Air Supply” – e Graham Russell – o senhor dos estonteantes acordes a partir de sua guitarra – dão início a uma viagem no tempo com “Sweet Dreams” e “Even The Nights Are Better”, potencializando os ânimos com “Just As I Am”, saudando a noite com “Every Woman In The World” e levando o público ao delírio com “Goodbye”.

Estrategicamente, a dupla ameniza a alta carga emotiva que toma conta da casa de espetáculos com uma canção mais recente – “I Adore You”, lançada em 2015, para então fazer com que o mapa de localização do público perca a sua configuração, sendo substituído por uma multidão que se desloca dos extremos do palco em direção à plateia e de volta ao palco, para acompanhar a quebra de protocolo de Hitchcock e Russel quando, ao percorrer um trajeto pré-definido em meio ao público, se entregam aos apertos de mão, abraços, beijos, selfies, lágrimas e ao compartilhamento dos microfones com seus fãs, promovendo uma manifestação raramente vista anteriormente em uma sala de espetáculos, ao som de “The One That You Love” – sem sombra de dúvida, o momento mais emocionante da noite e a consagração de um duo que ainda tem muito a oferecer a uma numerosa legião de gerações.

“Making Love - Out Of Nothing At All” é o prenúncio do fim do espetáculo, dando espaço para um bis, com gosto de “quero mais”, com “All Out Of Love” – acompanhados por um coro composto por uma lotação esgotada do Espaço das Américas.

Produção do show: Poladian
Parceiro Circuito Geral: Hotel Panamby São Paulo http://www.circuitogeral.com/hotel-panamby-sao-paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário