Counter

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Casa Cor 2016. Part.01


Em sua 26ª edição, A CASA COR Rio ocupa a “casa rosa”, como é conhecida na Gávea. Uma construção de 1938 em estilo eclético, com terreno de 5.000 m² e 1.000 m² de área construída, pertencente à família Rocha Miranda, que durante quase 40 anos viveu ali recebendo amigos em grandes comemorações.

Lab Café - Carolina Escada, Patrícia Landau, Carolina Lerner, Gabriella Mello e Sabina Kalaoun

Dividido em vários ambientes, o Lab Café – do Armazém do Café – tem um confortável living com sofá Loft (Finish), poltronas Lisboa de Amelia Tarozzo, mesas de centro e laterais de Luia Mantelli e Lattoog, e luminárias de Ronald Sasson (Vessie, K2 e Mini Ray). O piso elevado (a escadinha que leva a ele tem, entre os degraus, sacas de café iluminadas!) banqueta Soft de Luia Mantelli e mesa Carretel, da Ovo Design, além de pufes em formato de bolsas desenvolvidos em parceria com a Nannacay e a Cortinaria. No imenso sofá, para degustação, almofadas com estampas étnicas também da Cortinaria. Na área externa, lançamentos Tidelli: banco, poltrona concha, cadeira e balanço Painho, mesa Pirâmide e sofá Marina.

Loja da Casa - Marina Breves

Mistura de elementos originalmente opostos de forma natural e equilibrada. Assim, o novo está lado a lado com o antigo; o contemporâneo convive em sintonia com o clássico.
Em tons neutros e toques de azul, a Loja da Casa tem móveis e objetos de Lalla Bortolini. A estante Trama, em ferro e banhada em ouro envelhecido, foi desenvolvida pela arquiteta para a mostra. A iluminação, também da Breves Arquitetura, tem um tom intimista. O porcelanato da Portinari no piso – ainda recebe o tapete Domdaqui, em fibras naturais e fabricado à mão –, paredes em tom neutro (da Coral) e em papel de parede (Cortinaria).

Livraria - Alexandre Cardim

O lugar remete ao universo lúdico dos livros, em tons de fendi, areia e verde, e com projeto de luz que propicia aconchego. Nas estantes, livros da Unisaber sobre arte, design, arquitetura, decoração. A estante Giorno em laca chocolate – projeto do arquiteto feito especialmente pela Lacca – com nichos iluminados. Sofá Akans II, poltrona Belgravia, mesa de centro Parker, escrivaninha Enzo e cadeira Brielle giratória – Móveis da Artefacto.
Entre as tendências, porcelanatos de grande formato aplicados no teto e nas paredes. Perfis em LED Fit Tokyo -Vigolucci Design, possibilitam qualquer formato e adequação. Em destaque a luminária Flap Flap, de Constantin Wortmann (também Vigolucci Design).

Empório Orgânico - Tiana Meggiolaro  e Bia Mayrinck

O toque de cor está no mix de almofadas floridas assinadas por Nunuca. No mobiliário, o clima também é rústico – quer na marcenaria, desenhada pelo escritório e executada pela Mallc Móveis, quer em peças assinadas, como o Buffet Teca, de Jader Almeida - Arquivo Contemporâneo.
 Seguindo o clima orgânico dos produtos do Spa Lapinha, todo o material usado é sustentável: o revestimento que parece pedra é da Linha Rocca, da Covering, fabricado à base de cimento); o piso, em lajotão rústico da Santa Alda (Emporium Frei Caneca), é 100% artesanal; os tecidos dos futons do banco são com tecidos Eco Simple - Trama Casa, que utilizam garrafas pet recicladas junto ao tecido; as almofadas são em fibra natural; e os painéis da Berneck são de madeira 100% de cultivo florestal.

Garagem de Estar Renault - Caco Borges

As cores cruas do ambiente ressaltam as gravuras assinadas pelo artista húngaro Victor Vazarely, considerado o pai da Op-art e que, em 1972, redesenhou a logomarca da Renault. Nos móveis, a nova linha AWA da Florense, que une design, novos materiais e inovações tecnológicas.
A iluminação é feita com faróis de automóveis desenhadas pelo arquiteto Maurício Arruda e desenvolvidas com a light designer Fernanda Vasconcellos.


Casa de Vidro - Gabriela Eloy e Carolina Freitas

Natureza e modernismo. Burle Marx, Mies Van Der Rohe e Lina Bo Bardi.
A Casa de Vidro incorpora tecnologia de ponta: a começar por um incrível par de óculos com que o visitante pode se “teletransportar” e visualizar a arquitetura em um cenário de praia ou serra. Além disso, o ar-condicionado, da Consult, capta o calor da área externa e o transforma em ar frio, com consumo de energia quase nulo. E o sistema de som, da High End. A essa união natureza-tecnologia se junta design e arte: o designer Fernando Pinto, primo de Sergio Rodrigues, mostra a cadeira Gaia, projeto inédito do arquiteto. O sofá Boxer – Decameron em linho preto e poltrona Fat - Estúdio Bola, em lona preta, e bancos Viki, dos designers Maurício Lamosa e Flávio Borsato. Tudo da Way Design.
Uma escultura de Raul Mourão e uma fotografia de Gabriel Wickbold recebem o visitante. A iluminação, assinada por Maneco Quinderé

Sala de Almoço - Marise Marini

Design vintage, paredes revestidas em tijolo aparente, piso vinílico com aparência de madeira e o uso do tom azul Haia, mais escuro, tornam o lugar acolhedor. O mobiliário mistura a poltrona Scapinelli - Giuseppe Scapinelli; luminária Mush de Jader de Almeida; e banco Jecker e estante Jatobá assinados por Etel Carmona com móveis do antiquário Arnaldo Danemberg. Almofadas levam tecidos da designer Ana Sanchez, com imagens orgânicas. A iluminação, assinada por Giani Faccini, da RBF.

Cozinha - Bianca da Hora

Os armários lançamento da Florense, têm acabamento que parece metal oxidado; uma adega climatizada; bancada, com cuba esculpida , mesa de jantar, de carvalho e 2m40 de comprimento - Jader Almeida, que também assina a mesa de centro Drey, na área de estar – poltrona Petit Sotille, em aço e couro envelhecido, do Studio Bola -LZ Studio.

Escritório e Sala de Leitura - Mário Santos

São dois ambientes – um para trabalhar e receber, outro para se isolar com um bom livro.
Tons amadeirados amendoados convivem com cinzas claros e com metalizados em cobre polido nos detalhes. A iluminação, projeto do arquiteto com luminárias Dimlux. Completando o mobiliário, poltrona Zefa de Zanini de Zanine - Way Design, poltrona Pelicano, do arquiteto urbanista Jorge Elmor - Novo Ambiente, sofá, poltronas com pufes, mesinhas laterais e cadeiras da Ovoo. Nas paredes, fotos de Kitty Paranaguá e Francisco Baccaro, além de obras de coleção de art déco e peças da época do auge e glamour da Panair do Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário