Counter

quarta-feira, 29 de março de 2017

O Poderoso Chefinho


Um show de ciúmes, competições e ponderações que somente quem é, conhece ou tem crianças em casa, consegue imaginar

A construção emocional entre dois irmãos como exemplo para aqueles que ainda são crianças, faz da animação “O Poderoso Chefinho” um filme bem estruturado pelo diretor Tom MacGrath, que com muita inteligência mostra o nascer do amor ente dois irmãos - Tim Templeton e o Chefinho, um bebê falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa, que tem como missão, impedir um inescrupuloso CEO de transferir o amor dedicado aos bebes, aos filhotes de cachorrinhos, que nunca crescem. Tim, tem que provar para os pais, que aquela linda criaturinha bebê é um agente secreto e que tem um objetivo que o fez parte integrante de sua família. Desse momento em diante é um show de ciúmes, competições e ponderações que somente quem é, conhece ou tem crianças em casa, consegue imaginar. A dinâmica trilha sonora composta por Hans Zimmer colabora em muito a experiência em 3D. Ao introduzir a música dos Beatles “Blackbird” na voz de Templeton, MacGrath dá a essência do filme que é um conselho, levante! Tome uma atitude! "Por toda sua vida você só esperou esse momento para alçar voo.

Pois ao contrário do que deseja o vilão, todos crescem e voam.


Nenhum comentário:

Postar um comentário