Counter

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Esta é a Sua Morte - O Show


Polemiza o debate sobre o suicídio, a televisão, o público e o dinheiro, fazendo da morte um espetáculo

O cenário principal retrata os bastidores de uma emissora de TV, que faz tudo pela audiência e pela doutrinação de seu público formado por pessoas que se divertem com a desgraça alheia através do programa televisivo, que dá nome ao longa “Esta é a Sua Morte - O Show”. O roteiro gira em torno de um apresentador de um reality show, através do qual um milionário busca uma noiva. Na etapa final do programa, a candidata a noiva não escolhida pelo solteirão, dentre duas concorrentes, surta e se mata, mas não antes de eliminar o milionário com um tiro certeiro. A tragédia é transmitida ao vivo em rede nacional, diante de Adam Rogers– o narcisista apresentador interpretado por Josh Duhamel, e Ilana Katz – a chefe de programação incorporada por Famke Janssen, que encontra um novo jeito de aumentar a audiência da emissora, ao saber, pelo seu advogado, que a emissora ficaria isenta de culpabilidade perante a tragédia, por se tratar de um suicídio.

Mason Washington, vivido pelo ator Giancarlo Esposito, é o personagem que estabelece o contraponto da história e define a dinâmica de um “vale tudo por dinheiro”. Apesar de trabalhar em dois empregos para garantir a sua sobrevivência, Washington não vislumbra qualquer perspectiva de maiores conquistas em sua vida financeira, familiar e amorosa. Esposito também assina a direção de “Esta é a Sua Morte - O Show” e polemiza o debate sobre o suicídio, a televisão, o público e o dinheiro, fazendo da morte um espetáculo que assegura aos seus participantes que suas vidas não valem muito mais do que uma passagem de sucesso pela vida terrena. O roteiro de Noah Pink e Kenny Yakkel surpreende, a ponto de despertar emoções ao banalizar, de maneira mercadológica, o que se acredita ser o maior bem – a própria vida.

Enquanto que, a banalização da ajuda ao “próximo” ocorra pela multiplicação dos atos de um agente a procura de um “próximo” bem distante – mesmo que, para isso, tenha que renegar seus amigos e conhecidos próximos –, a originalidade de “Esta é a Sua Morte - O Show” se faz presente ao colocar em foco “aquele ainda mais distante”, uma vez que “o próximo” se encontra perto demais e não promove a menor audiência.


Nenhum comentário:

Postar um comentário