Counter

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Tempestade: Planeta em Fúria


Déjà-vu

Em um futuro próximo, enquanto as condições climatológicas da Terra são controladas por uma rede de satélites que envolve o planeta, cognominado “Dutch Boy", falhas no sistema provocam sérios desiquilíbrios climáticos e ameaçam o mundo com uma tempestade desproporcional. A partir desse fato, dá-se início a uma corrida espacial com vistas à manutenção da integridade do planeta – linhas gerais do enredo do longa-catástrofe de Dean Devlin, também responsável pelo roteiro clichê de “Tempestade: Planeta em Fúria”. Elencado por atores de peso como: Jim Sturgess, Daniel Wu, Ed Harris, Andy Garcia e Gerard Butler, o filme não consegue aplacar o gosto de decepção do espectador diante das cenas insípidas, do texto sem conteúdo, dos personagens sem carisma, do vácuo no qual os efeitos especiais deixam as expectativas dos cinéfilos e da falta de consistência do antagonismo da trama principal. Um déjà-vu sem surpresas que se digna a inserir mais um ator na figura do presidente dos Estados Unidos da América, empunhando a bandeira da vitória do orgulho americano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário