Counter

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Exorcismos e Demônios


Baseado em uma história real – porém, repleta de clichês que, em outras obras do gênero, já deram seu tempo e não encontram espaço para releituras


Uma jovem jornalista viaja até a Romênia para investigar a morte de uma noviça, ocorrida durante um ritual de exorcismo, culminando na condenação do padre responsável pelo esconjuro. Cética e pouco sociável, a jornalista carrega seus próprios fantasmas do passado os quais ela mesma deverá exorcizar, além de ter que lidar com a desconfiança da população local e lidar com o embate contra vários indivíduos envolvidos no caso.

Uma típica sinopse de um filme investigativo, com sérias ressalvas à condução do argumento na linha do terror, da forma mais precária possível. Em meio a frustradas tentativas de propagar o medo e a agonia durante o longa, resta somente a bela fotografia de Daniel Aranyó como protagonista da produção. Clímax e emoção passam longe do preguiçoso roteiro de Chad e Carey Hayes, que se diz baseado em uma história real – porém, repleta de clichês que, em outras obras do gênero, já deram seu tempo e não encontram espaço para releituras, como as inseridas em “Exorcismos e Demônios”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário