Counter

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

A Sereia: Lago dos Mortos




O novo longa de terror russo conta a história de uma noiva em apuros diante de uma força sobrenatural maligna.

Não se trata do filme ‘A Noiva’ (2017), mas “A Sereia: Lago dos Mortos” que, coincidentemente, também é dirigido por Svyatoslav Podgaevskiy, que se digna a substituir a nefasta figura da noiva por um personagem da mitologia Eslava - uma ninfa, considerada pelos russos como sereias –  bem distintas das que reconhecemos – metade mulher, metade peixe – desprovidas de calda.

A protagonista, interpretada por Viktoriya Agalakova, por obra e graça de uma nova coincidência, também protagonizou o longa ‘A Noiva’. O roteiro também não é muito diferente do filme de 2017. A história se desenrola a partir de uma família desajustada e cheia de segredos, de uma casa fantasmagórica no meio do nada, de uma mocinha bobinha e da figura feminina do mal como antagonista. O resultado de tudo isso não passa de um pouco mais do mesmo, para quem já está familiarizado com os filmes de terror e, calejado, ciente de cada um dos momentos eleitos para assustar os espectadores, tamanha a carga de obviedade projetada na telona. Em vez de medo, “A Sereia: Lago dos Mortos” é capaz de promover profundo tédio que, por uma nova coincidência, ‘A Noiva’ também se esmerou em fazê-lo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário