Counter

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

O Clube dos Canibais




Terror político-social

Requintadamente sanguinário, o longa “O Clube dos Canibais” é um autêntico filme de terror político-social, que desenha a opressão dos menos favorecidos, a partir de uma trama, nada sutil, que define suas vítimas, majoritariamente, como indivíduos de pele negra e parda.


A direção de Guto Parente amadurece a conexão entre crime e sexo, que leva os poderosos a constituir uma irmandade composta por políticos que apreciam saborear, gastronomicamente, a carne mais barata do mercado, em reuniões regulares, sob o comando de um deputado da cidade de Fortaleza - Ceará, defensor da família e dos bons costumes, à luz da Sagrada Escritura.

Sem sustos e, muito menos, sem a intenção de ser, meramente, um filme de terror, “O Clube dos Canibais” apavora por sua contemporaneidade e pelo seu olhar da elite que, em nome de sua moralidade, estritamente pessoal, precisa da minoria, quando não somente para a satisfação de suas fantasias sexuais, também para a produção do seu bolo fecal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário