Armando Lôbo - Veneno Bento - Em forma de live

Duas playlists

O compositor e multiartista pernambucano Armando Lôbo chega ao seu quinto álbum solo desafiando, mais uma vez, ortodoxias de gêneros e estilos musicais. “Veneno Bento” faz uma leitura simbólica e inovadora do sertão nordestino, sua força solar, a religiosidade, a música dos cantadores, das feiras, a vastidão dos espaços, a abertura para o devir através da música. As canções usam estilos regionais como aboio, xote, baião e outros, sempre de maneira ousada. O show de lançamento será nesta quinta-feira, dia 17, em forma de live, a ser transmitida, às 20h, em seu canal.


O álbum é dividido em duas playlists, uma popular e outra com música contemporânea de concerto. A formação instrumental das faixas é bastante inusitada, buscando um espectro sonoro agressivo e brilhante, como um excesso solar. Na parte popular do álbum, as letras das canções escapam da obviedade, usando uma abordagem por vezes filosófica e expressionista, de alta voltagem poética. O material musical de influência popular não é usado de forma previsível em nenhum arranjo, pois a técnica composicional de Armando é bastante diversificada em nuances polifônicas e timbrísticas. A playlist erudita fecha o álbum com 4 peças de formação contrastante, todas fazendo referência ao universo nordestino.

FICHA TÉCNICA

Produção musical e direção artística: Armando Lôbo

Direção de Produção: Manassés Bispo

Produção executiva: Liliane Vieira

Arte gráfica: Victor Luiz

Gravado no Estúdio Carranca por Vinícius Aquino e Marco Melo

O álbum audiovisual foi dirigido e editado por Armando Lôbo. Participação de

Marcela Rabelo e Isaac Souza (artistas da dança). Filmado pelo Estúdio Casona (Cristiano Bivar).


10 visualizações0 comentário