ESPERANDO GODOT - Dois palhaços vagabundos

Notícias inquietantes que podem determinar a perpetuação da inércia ou a libertação total da paralisia


um filme de José Celso Martinez Corrêa e Monique Gardenberg.

Disponível exclusivamente na plataforma Sympla Play.

Esperando Godot marca os movimentos de retomada do Teatro Oficina e celebra 63 anos da Companhia, mais antiga em atividade ininterrupta no Brasil.

De Samuel Beckett, escrito pós Segunda Guerra Mundial, esse clássico do teatro nasce para o mundo mais uma vez como sempre surgiu, em períodos de abismos e guerras, estremecendo nossas inércias.

Esperando Godot é uma peça de forte simbologia para a Companhia – foi o último espetáculo de Cacilda Becker (1969), força motriz de criação para as muitas gerações de artistas do Teatro Oficina.

Estragão (Marcelo Drummond) e Vladimir (Gui Calzavara) são dois palhaços vagabundos que se encontram na encruzilhada entre a paralisia e a tomada da ação. Enquanto esperam Godot, embora não saibam quem ou o que é, a dupla se encontra com as personagens que passam pela estrada: Pozzo – O Domador (Pascoal da Conceição), Lucky – A Fera (Danilo Grangheia) e O Menino Mensageiro (Raphael Moreira), que traz notícias inquietantes que podem determinar a perpetuação da inércia ou a libertação total da paralisia. Mas afinal, quem é Godot?


Disponível desde o dia 05/11/2021 pela plataforma Sympla Play

2 visualizações0 comentário