Olívia Lopes - "Geni e o Zepelim" - Retratando a realidade atual de travestis em São Paulo

Uma canção que ilustra de forma poética e ainda atual as realidades de milhares de travestis

Desde seu lançamento através do espetáculo "A Ópera do Malandro", a canção "Geni e o Zepelim", de Chico Buarque, vem sendo constantemente interpretada por atores e atrizes cisgenero. Com uma canção que ilustra de forma poética e ainda atual as realidades de milhares de travestis ao redor do país, fazem-se necessárias novas interpretações com atrizes transvestigêneres. É daí que parte este escopo, como uma forma de retratar a canção de forma mais contemporânea, atual e, sobretudo, representativa.

Guilherme Gila assina a direção e roteiro com Olívia Lopes, travesti que também protagoniza o clipe. Através da linguagem de videoclipe, o roteiro do filme trabalha com duas narrativas simultaneamente: a da canção, retratada através da letra, e outra original, ilustrando o dia a dia de uma travesti em 2021. O clipe se passa em 3 locações: o Minhocão, um banheiro público e uma boate. Uma nova versão da instrumentação traz para a parte musical vertentes do pop, hip hop e trap brasileiro.

As realidades e vivências travestis ainda possuem pouco espaço em todos os âmbitos sociais. No teatro musical brasileiro, Geni é uma das raríssimas personagens travestis que existem, e sua canção tema, "Geni e o Zepelim", se consagrou como uma das mais famosas e interpretadas da obra. É necessário dessa forma promover novas discussões acerca da canção, abordar as atuais vivências trans-travestis brasileiras e expandir as possibilidades de linguagem e representatividade.


Ficha Técnica:

VÍDEO

CANÇÃO ORIGINAL: Chico Buarque

ELENCO: Olivia Lopes

DIREÇÃO: Guilherme Gilla e Olivia Lopes

ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO: Rebeca Reis

ROTEIRO: Guilherme Gila e Olivia Lopes

PRODUÇÃO GERAL: Jorge William

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Guilherme Gilla

PRODUÇÃO AUDIOVISUAL: A Casa que Fala

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Pedro Veras

COR: Thaynara Brito

DIREÇÃO DE ARTE: Jorge William e Olivia Lopes

MAQUIAGEM: Lívia Ribeiro

CORO: Beatriz Vasquez, Carol Cavesso, Giovana Brandão, Guilherme Figueiredo, Guilherme Gilla, Guilherme Zomer, Jorge William, Lívia Ribeiro, Lucca Capoleto, Pedro Finco

AGRADECIMENTOS: Eduarda Zafra, Bar O Belisco, Paula Siqueira, Escola de Música Vivo Som, A Casa que Fala, Estúdio Sala 9, Tatiana Travisani

ÁUDIO

CANÇÃO ORIGINAL: Chico Buarque

ARRANJO: Guilherme Gilla e Guilherme Zomer

PRODUÇÃO MUSICAL: Guilherme Zomer (Estúdio Sala 9)

MIXAGEM: Guilherme Zomer

INTÉRPRETE: Olivia Lopes

PROGRAMAÇÃO DE BEAT: Guilherme Zomer

PIANO: Guilherme Gilla PADS: Guilherme Gilla e Guilherme Zomer

PROGRAMAÇÃO DE METAIS: Guilherme Gilla

BAIXO: Guilherme Gilla e Guilherme Zomer


6 visualizações0 comentário