Tenho Quebrado Copos - O monólogo reúne poesias de três livros de Ana Martins Marques

Textos de amor, solidão e devaneios filosóficos com uma lucidez desconcertante

Peça traz textos de amor, solidão e devaneios filosóficos com uma lucidez desconcertante e uma combinação rara de leveza e intensidade.

Até 29 de junho de 2022, as paredes do Poeirinha reverberarão a força do texto de uma das maiores poetas brasileiras da atualidade: a mineira Ana Martins Marques. Com direção de Isaac Bernat, música original e voz de Soraya Ravenle e atuação de Paula Furtado, o monólogo “Tenho Quebrado Copos” reúne poesias de três livros da autora.

O espetáculo faz parte da retomada das atividades do Teatro Poeira e será apresentado no foyer do Poeirinha, às terças e quartas-feiras, às 20h.

A ideia da peça é levar ao teatro um texto poético de grande qualidade, capaz de encantar, curar, divertir e fazer pensar. Com duração aproximada de 50 minutos, o espetáculo fala de amor, solidão, devaneios filosóficos, entre outros temas existenciais. São recortes de poemas contidos nos livros “Risque esta Palavra” (2021), “O livro das Semelhanças'' (2015, terceiro lugar no prêmio Oceanos) e “Da Arte das Armadilhas” (2011, vencedor do prêmio da Biblioteca Nacional), todos de Ana e editados pela Companhia das Letras.


FICHA TÉCNICA

Texto: Poemas de Ana Martins Marques

Direção: Isaac Bernat

Elenco: Paula Furtado

Música original e voz: Soraya Ravenle

Fotos e Arte: Isabella Baptista

Assessoria de Imprensa: Júnia Azevedo (Escrita Comunicação)

Produção: Joyce Agacê

SERVIÇO

Espetáculo de teatro

Título: Tenho Quebrado Copos

Dias: 21, 22, 28 e 29 de junho de 2022 (terças e quartas)

Local: Foyer Poeirinha

Hora: 20h

Rua São João Batista, 104, Botafogo, Rio de Janeiro

Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia entrada)

Duração: 45 min.

Lotação: 30 pessoas

Classificação etária: 14 anos



8 visualizações0 comentário